quinta-feira, 25 de maio de 2017

Hoje é Dia do Orgulho Nerd!

Em comemoração a esta data, vamos trazer imagens de alguns adeptos do cosplay – dos indivíduos mais dedicados aos mais sem noção, dos rigorosos aos engraçados – categorizados em cada blog de acordo com alguma característica do signo.

Em Virgem, conheça alguns cosplayers PERFECCIONISTAS.


Anjo Lamentador.



Raiden.



Máquina de Combate.



Hera Venenosa.



Lord Valdemort (detalhe para o modo como segura a varinha, igual ao Lorde das Trevas!).



Mestre Kame.



Death Note.



Reinhardt.



Coringa.



Pinguim.



Ryuk.



Duke Kukem.



Mavis.



Jack Sparrow.



Aioros.



Dhalsim.



Pokémon.



Hulkbuster!



Conheça os cosplays dos outros signos:









Blog dos Sagitarianos


Blog dos Arietinos

quarta-feira, 24 de maio de 2017


A infância/juventude de Virgem. (1)


Rodrigo Janot (15/09)


Aos 6 meses, tomando um refrescante banho de pia.


Aos 5 anos, no parquinho perto de casa.


Garoto estudioso, nem precisava de cadernos: só levava a lancheira para a escola.


 Uma foto dos tempos de escoteiro.


Janot adolescente, fera no skate.


Em Miami, ainda um jovem roqueiro rebelde.


Já na faculdade, nos EUA.


No seu casamento.


Rodrigo Janot hoje.

domingo, 14 de maio de 2017

Para comemorar o Dia das Mães, nossos blogs irão relembrar algumas das mães mais comoventes, esquisitas ou engraçadas do cinema.


Representantes de Virgem:


Sophia Loren (20/09) foi a primeira atriz estrangeira a ganhar um Oscar de Melhor Atriz em um filme não falado em inglês, por seu trabalho em Duas Mulheres (1960).



Clique no cartaz para baixar o filme e assisti-lo legendado.


No filme Contos de Nova York (1989), três diretores diferentes contam histórias ambientadas na cidade. São eles Woody Allen, Martin Scorsese e Francis Ford Coppola. No episódio de Allen, sua inconveniente mãe, interpretada por Mae Questel (13/09), simplesmente some durante um número de mágica e reaparece dias depois no céu de Nova York, de onde passa a se meter ainda mais na vida do filho e até no dia a dia da cidade, tornando-se uma celebridade.


Curiosidade 1: na juventude, Mae Questel emprestou a voz para a conhecida personagem Betty Boop.













Curiosidade 2: Kirsten Dunst, aos 6 anos e em seu primeiro trabalho no cinema, aparece brevemente como uma das três crianças de Mia Farrow, em Contos de Nova York.





Assista a Contos de Nova York:





Assista a outros filmes do nosso Especial "Dia das Mães":






Sagitarianos




Arietinos

segunda-feira, 1 de maio de 2017

O enigma do Primeiro Desafio do Blog dos Taurinos já está no ar! Não é preciso ser taurino para participar, o desafio é aberto a todas as pessoas de qualquer signo. Entre no blog e mostre que você é fera!

Clique na imagem para ser redirecionado.

ESPECIAL 3 EM 1!

Orgulho de ser virginiana na pele/Sem noção de Virgem/Mugshot de Virgem...



Nicole Richie (21/09)


Nicole Richie (21/09) tornou-se conhecida do grande público quando participou de The Simple Life ao lado de Paris Hilton, sua melhor amiga na vida real (elas se conheceram aos três anos de idade e cursaram juntas o colegial na The Buckley School). O reality show com as duas tentando se virar sem celulares nem cartões de crédito e executando serviços braçais rendeu cinco temporadas, ainda que, em uma delas, tenham atuado em separado devido a um desentendimento. Para o público, a graça consistia em ver como as socialites se saíam sem os luxos a que estavam acostumadas.





Contudo, diferente de Paris, rica herdeira da cadeia de hotéis Hilton, Nicole não nasceu em berço de ouro. Seus pais biológicos são o músico Peter Michael Escovedo, irmão da cantora Sheila E, e  Karen Moss, que em 1980 trabalhou como assistente na turnê mundial de Lionel Richie. Como ambos eram muito jovens (quando Nicole nasceu, Escovedo tinha apenas 20 anos) e não tinham meios suficientes para dar uma boa educação à filha, eles permitiram que a menina, aos dois anos, fosse viver com Richie e sua então esposa Brenda Harvey. Quando Nicole completou 9 anos, ela foi definitivamente adotada pelo casal, recebendo o sobrenome do cantor.





Sua trajetória foi contada por ela numa autobiografia disfarçada de romance chamada The Truth About Diamonds, em que narra os rolos em que se meteu na sua juventude milionária e desmiolada, o envolvimento com drogas bem cedo, por volta dos doze anos, as badalações e festas exclusivas com estrelas do cinema e ídolos do rock, problemas com a imprensa e a polícia e internações para desintoxicação. 





Hoje em dia, mais centrada e estabelecida como estilista, mãe de dois filhos de seu casamento com Joel Madden, vocalista da banda Good Charlotte, e dedicada à filantropia, Nicole guarda ainda uma – literalmente – indelével marca de sua fase sem noção. 





Sendo ela virginiana e orgulhosa disso, quis exaltar o fato com uma tatuagem no pulso. Só que, em vez de mandar escreverem Virgo, como deveria ser em inglês (usam o nome em latim da constelação), escreveu a tradução para o seu idioma: "Virgin"! E acabou virando uma piada, pois, todo mundo perguntava o que ela pretendia com aquilo, já que sabiam que de virgem, Nicole não tinha nada...




Há poucos anos, ela deu uma entrevista para E! News e explicou a tatuagem, que definiu como “constrangedora e biruta”. Ela contou que tinha 16 anos quando a fez e pensou que  seria muito original se, em vez de escrever "Virgo" como todo mundo, colocasse "Virgin", que era a representação de seu signo. E não é só dessa tatuagem que ela se arrepende. Tanto é que no primeiro episódio de seu novo programa na web, Candidly Nicole, baseado em seu Twitter, ela vai a uma clínica especializada em remoção de tatuagens e constata como seria difícil removê-las.




Tatuagem atrás do pescoço que ela fez aos 19 anos e também se arrepende.


Em fevereiro de 2003, Nicole foi presa em Malibu e acusada de posse de heroína enquanto dirigia com a carteira de habilitação suspensa. Em 11 de dezembro de 2006, ela foi presa pela Patrulha Rodoviária da Califórnia por estar dirigindo um Mercedes Benz Classe G preto na contramão, segundo o relato de vários motoristas, na State Route 134 em Burbank/Glendale e sob influência de narcóticos.


Mugshot na delegacia. "Tenho responsabilidade e sei que fiz algo errado. E essa é a forma de pagar pelos meus erros e me tornar adulta".


 Em 27 de julho de 2007, ela foi condenada a quatro dias de prisão e a assistir palestras contra o uso de drogas e álcool, após se declarar culpada e pagar uma multa de 2.048 dólares. Sobre o incidente, Nicole afirmou: "Fumei maconha naquele dia, mas foi só. Também tomei um xarope que contém codeína. Nunca pensei que isso pudesse afetar a minha direção. (...) Realmente pensei que estivesse bem para dirigir, e é óbvio que não estava". Ela foi posta em liberdade 82 minutos depois, devido à superlotação no sistema prisional, conforme explicou um porta-voz do departamento do xerife à revista People, acrescentando que esse era o procedimento padrão para infratores não violentos.



JOGUE AGORA:
VISTA NICOLE RICHIE!



Veja aqui o que já publicamos sobre Paris Hilton.